Nascemos no tempo errado,
No lugar errado.
Que não é, mas está.
E nossa ânsia é por consertar.
Parece não haver nada a frente,
Apenas uma estrada infinda
– que a miopia alheia nos impede de enxergar.

Nossa herança é um mundo sem fé,
Nossa cara é de quem quer vez, voz, lugar.
Nossa sina é ser exatamente o que se é.
Nosso sonho é que esses homens saibam amar.

E pedimos,
pedimos porque sabemos da urgência do mundo.
Pedimos o hoje – nos dão o amanhã.
Pedimos um reino de união – dizem que só no céu.
Pedimos a paz – nos armam.
Pedimos o pão – dizem haver a oportunidade.
Pedimos a fé – nos dão a doutrina.
Pedimos a segurança – nos dão a prisão.

Porém não somos futuro, somos presente.
Permanecemos nessa luta pela vida
E que eles chamam de terror.
Talvez não saibamos exatamente onde chegar mas
sabemos que é o caminho é o amor.

Igor Gomes
PJ Região Brasilândia
Grupo de Jovens Maranatha

Posts Relacionados