A Vigília organizada pela Pastoral da Juventude da Paróquia Santa Zita – Setor Medeiros, Região Santana teve participação de jovens da Pastoral da Juventude de todas as Regiões da Arquidiocese de São Paulo. Aconteceu na madrugada da Sexta-Feira Santa da meia-noite até às 06:00.

Iniciou-se com um momento de adoração ao Santíssimo, refletindo o sentido da Paixão e Morte do Senhor e trazendo presente a realidade da juventude que é pregada em muitas cruzes que são impostas tais como: o desemprego, a falta de saúde e educação de qualidade, a violência, o encarceramento e o extermínio que não garantem vida em abundância para a nossa juventude.

Rezamos também a memória de tantos jovens que foram mártires por lutarem por uma sociedade mais justa e fraterna. Em seguida a equipe de organização em forma de escala ficou em adoração ao Santíssimo e os demais jovens continuaram a refletir a realidade juvenil à luz do texto bíblico: Êxodo 3,1-8a.13-15 onde o próprio Deus fala a Moisés: “Eu vi a opressão do meu povo no Egito… ouvi o seu clamor… desci para libertá-los das mãos dos egípcios.”

E motivados por esta leitura e reflexão fomos convidados a VER, OUVIR E DESCER até a realidade da nossa juventude por meio de oficinas: 1- VER – trazendo a realidade da juventude reflexão sobre o que é ser jovem – o que é juventude – realidade da juventude. 2- OUVIR – reflexão sobre os direitos da juventude diante da situação de vulnerabilidade, violência que foi apresentada. 3- DESCER – Reflexão sobre o protagonismo juvenil, como damos voz aos jovens – políticas públicas para juventude.

E todo este caminho de reflexões foi permeado de momentos de muita mística e oração, encerrando-se com mais um momento de adoração junto ao Santíssimo, onde com muita esperança na Ressurreição do Senhor que é a fonte da nossa fé e crendo na força transformadora da juventude, da sua capacidade de sonhar, de amar a vida e no seu desejo de construir a Civilização do Amor celebramos a vida da juventude, rezamos os seus sonhos unidos ao sonho de Deus que é de VIDA ABUNDANTE para todos os seus filhos e filhas. Pois a “Juventude quer viver”, anseia por vida e na força do Cristo libertador segue construindo o Reino de Justiça e Paz, sempre disposta responde: “Eis-me aqui, envia-me” (Is. 6,8)

Pastoral da Juventude – Paróquia Santa Zita e Nossa Senhor do Caminho.

Posts Relacionados