“Reparte entre nós Senhor

Diante do teu altar

A justiça e a riqueza

Que fizemos por ganhar

Não deixa a gente passar

Pela fome em tua mesa…”

DSC08932

Dia 1º de Maio, o dia internacional do trabalhador, é dia de luta, a PJ se fez presente na Sé: ouvindo a Jesus na palavra, comungando-o na Eucaristia, e o encontrando na luta do povo trabalhador.

As 9h na Catedral da Sé, estivemos na Missa de São José Operário (Missa do Trabalhador), presidida por Dom Tarcísio, em que foi lembrada a importância do trabalho para o homem e a sociedade e denunciadas as injustiças e explorações que ainda sofrem o trabalhador neste sistema de exclusão em que vivemos, relembrando especialmente os jovens que tantas vezes têm pouco acesso a educação, e comumente são submetidos às piores condições de trabalho.

DSC08931

Após a missa, seguimos para a Praça da Sé onde estava ocorrendo um Ato político-cultural do 1º de Maio de Luta, organizado pelas Pastorais Sociais, pelos movimentos sindicais e movimentos sociais como o MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), o Movimento Terra Livre, e também militante de partidos políticos, entre outros. O ato contou também com as participações artísticas de diversos grupos como CAS (Coletivo de Artistas Socialistas).

Dentre as pautas da luta da classe trabalhadora reunida neste dia estava: o Fora Feliciano; Apoio a Luta dos Professores em Greve; Luta por Moradia; Maior Investimento na Educação; Fim do Extermínio a Juventude Pobre e Negra; Salários e jornada de trabalho justas; dentre outros.

Além do grito pelo fim do capitalismo, do machismo, racismo, homofobia e todas as opressões que o sistema atual tem imposto ao trabalhador!DSC08923

“A vida será livre e não haverá concorrência

Quando os trabalhadores perderem a paciência.”

Igor Gomes – Pastoral da Juventude – Região Brasilândia

Posts Relacionados